Pretendemos, aqui, falar um pouco sobre o que é SSL e as principais diferenças entre os certificados disponíveis do mercado. Além disso, passaremos as principais e mais recentes recomendações do Google, além dos próximos passos já anunciados.

O que é SSL?

Sem a pretensão de entrar nos aspectos mais técnicos, a sigla SSL, que significa Secured Sockets Layer, é uma tecnologia que possibilita uma conexão criptografada entre um site e o navegador do usuário. Essa conexão visa garantir que as informações trocadas entre o servidor do site e o navegador são privadas e não estão corrompidas.

A conexão segura é possível por conta de um certificado de segurança, chamado certificado SSL, que garante que o endereço do site que você está vendo corresponde ao endereço digitado. Esse certificado é emitido por empresas especializadas que fazem o cadastro do seu domínio e das informações sobre o seu site, passando muito mais credibilidade para aqueles que acessam seu site.

Tipos de Certificado SSL

Existem no mercado basicamente três tipos de certificado SSL:

  • Single-domain: Esse é o mais simples dos certificados, sendo emitido para apenas um domínio, “checkout.seusite.com.br“, por exemplo. Todos os sites da FBITS já possuem este certificado para este exemplo de URL. Vale lembrar que checkout.seusite.com é diferente de www.seusite.com, o que significa que, se você decidir por implementar a conexão segura em todo o site, você precisará comprar outro tipo de certificado;
  • Wildcard: O certificado Wildcard é destinado para os casos de implantações com mais de um sub-domínio, como seria necessário para uma loja da FBITS que tivesse SSL em todas as páginas, por exemplo. Nesse caso, o certificado é emitido para o domínio principal (*.seusite.com) e pode ser utilizado em diversos casos checkout.seusite.com, www.seusite.com e até blog.seusite.com.
  • Multi-domain: Os certificados de multi-domínio são recomendados certificar diversos sites. Para uma rede de lojas com diversas subsidiárias, por exemplo.

Recomendações do Google

Primeiramente, o Google anunciou em 2014 (segundo esse link – em inglês) que o uso de SSL em todas as páginas dos sites seria um fator de rankeamento, significando que sites com SSL têm maior probabilidade de aparecer mais acima nos resultados orgânicos do Google.

Alguns testes indicam que as diferenças de rankeamento e tráfego orgânico após a migração para SSL ainda são tímidas, porém como a influência que cada fator exerce nos rankings não é divulgada pelo Google, além de vermos uma constante preocupação com a segurança da informação, o mercado vê uma tendência para o crescimento da importância dada à esse fator.

Mais recentemente, Setembro/2016, o Google lançou um comunicado em seu blog de segurança (em inglês), que o Google Chrome (+50% dos usuários da internet) passaria a indicar que uma página que coleta informações transacionais (senhas e cartões de crédito) dos usuários não é segura se não houver um certificado SSL vinculado à ela. Esse é, segundo a empresa, um esforço inicial que, no longo prazo, passe a indicar que todas as páginas sem o certificado recebam o status de “não-seguras”.

Melhores práticas migração SSL

Existem algumas recomendações por parte do Google que podem ser seguidas neste link, todavia, o mais importante é garantir que os redirecionamentos serão feitos corretamente.

É importante, também, entender que todo o processo de migração oferece riscos, principalmente quando falamos de SEO. Portanto, um profissional habilitado pode garantir que todos os procedimentos estão sendo seguidos, de acordo com a realidade do seu site.


Para garantir que sua loja não fique sem certificação de segurança, a FBITS renova o certificado (GlobalSign WildCard)
automaticamente cerca de dois dias antes do vencimento e fatura diretamente aos seus clientes sem custo adicional.

Desta forma você tem a garantia de não perder o prazo de renovação de seu certificado de segurança.

Thomas Rempel 
Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação

Comentários

    Artigos nessa seção

    Ainda não encontrou o que está procurando?
    fale com um
    especialista pelo chat
    *De segunda a sexta, das 8h30 às 18h
    fale conosco por telefone
    ¹(11) 3136-0076 ou ²(41)98874 4973
    ¹ De segunda a sexta, das 8h30 às 18h.
    ² 24h para problemas que impeçam fechamento de pedidos.
    fale com um
    especialista pelo chat