wiki_home_banner_17.jpg

Inclua na sua estratégia de vendas para a Black Friday 2016 os marketplaces da CNOVA e da B2W. Desenvolva estes canais de venda e aumente sua receita. Bata suas metas nesta Black Friday.

 

O ano ainda não terminou! Ainda é possível melhorar a performance de vendas do seu ecommerce. Para lhe mostrar como, vamos juntar duas possibilidades em um único post: o Marketplace e a Black Friday.

Marketplaces são os grandes shoppings da internet. É um lugar com muita visitação. As lojas consideradas marketplaces detém verbas de publicidade e comunicação muito superiores a qualquer outra loja virtual, tornando-se marcas consolidadas na cabeça do consumidor. Muitas dessas marcas uniram-se, tornando-se um grupo mais forte em vendas, o que fez difundir ainda mais a ideia do marketplace.

Um exemplo de marketplace é do grupo CNOVA. Neste grupo, empresas tradicionais como: Extra, Ponto Frio, Casas Bahia e Cdiscount, estão presentes para cerca de 65 milhões de usuários todos os meses. Com tantas pessoas sendo impactadas por essas lojas, torna-se um fornecedor para elas é um grande atrativo.

Outro marketplace com lojas virtuais de grande destaque, pertence ao Grupo B2W. Composto pelas tradicionais lojas virtuais Americanas.com e Submarino, além da Shoptime. O grupo é outra excelente opção de vendas para quem quer aumentar suas receitas através das vendas pela internet.

Pensando no mercado em geral, a FBITS lançou recentemente o e-book:  Tudo o que você precisa saber para iniciar em um marketplace. Recomendamos a leitura.

wiki_post-2.jpg

Ao realizar a leitura do e-book, algumas dúvidas que são frequentes, tais como: ‘O que são marketplaces’ e ‘Como faço para estar no marketplace’ serão respondidas.

Mas uma pergunta merece um tópico especial:

COMO INTEGRAR MEUS PRODUTOS COM AS LOJAS AMERICANAS, SUBMARINO, EXTRA, MERCADO LIVRE E OUTROS?

f-omnichannel.jpg

A FBITS desenvolveu o FBITS Omnichannel: um software que faz a integração de produtos e pedidos com marketplaces. Este sistema é um grande diferencial para quem quer vender seus produtos nos mais diversos marketplaces.

Através do FBITS Omnichannel, é possível integrar o mesmo cadastro do produto, e receber no painel de pedidos, todas transações realizadas nas lojas que você irá atuar. A operação desse software é simples! Peça um orçamento para utilizar esta ferramenta.

 

MARKETPLACE: SE LIGA NESSES DADOS!

Pergunte-se a você mesmo: Se quero comprar um celular na Black Friday, quais serão os sites que eu irei pesquisar? Provavelmente as três primeiras respostas correspondem a um marketplace.

Ai está uma das respostas para você estar presente em marketplaces na próxima Black Friday.

Abaixo mostraremos alguns números reais de clientes FBITS:

wiki_post-3.jpg

Esses dados são números consolidados do primeiro semestre de 2016 com dados gerais de clientes da FBITS presentes em marketplaces.

Se estes números lhe chamaram a atenção, confira também este recorte do mês de novembro/2015 para tentar exemplificar o fenômeno Black Friday e o Marketplace.

Dados do mês de novembro/2015 de um dos clientes

percentual-participacao.png

semana-black-friday.jpg

receita-captada.png

receita-1-semestre.png

Com esses números, percebe-se que no caso desse cliente em específico, os marketplaces correspondem a ¾ do faturamento mensal da sua loja desde a época da Black Friday. Mesmo após o boom de vendas que acontece na Black Friday, o cenário manteve-se praticamente estável em relação a percentual de participação dos canais de venda.

Se sua loja não está entre os segmentos com mais vendas, não desista. Algumas lojas com linha de produtos específicas, como o caso da NetShoes, já estão se tornando marketplaces, o que significa que em breve muitos outros players referência do mercado em seus segmentos poderão se tornar um marketplace. Mesmo assim, recomenda-se entrar em contato com todos marketplaces que estão integrados com o sistema FBITS Omnichannel e começar a atuar em outros canais de venda.

 

O QUE PODEMOS APRENDER COM O EXEMPLO ACIMA?

Primeiro aprendizado é que em nenhum momento o cliente pensou em abandonar sua loja virtual. Pelo contrário, marketplaces são locais para usufruir da enorme quantidade de visitas tanto para expor sua marca para essas pessoas, quanto para gerar vendas.

Esses canais de vendas fazem parte do planejamento da empresa e se tornaram parte essencial da renda dela. Seria possível ignorar ¾ de receita originadas por estes marketplaces ou então abrir mão de ¼ das vendas da loja virtual? A resposta é não, ainda mais quando pode-se contar com uma ferramenta que faz a integração com o marketplace, como é o caso do F-Omnichannel. A operação da ferramenta é simples e fácil, automatizando os processos de importação de pedidos e exportação de produtos para os marketplaces contratados.

Lógico que não é apenas colocar os produtos nos marketplaces e sair colhendo resultados. É importante dar valor a gestão de marketplaces, capacitando um profissional ou você mesmo dono do negócio tocando esse canal de venda. No e-book sobre marketplaces desenvolvido pela FBITS, constam muitas dicas legais sobre isso. Recomenda-se a leitura para entendimento.

 

Sobre o uso de marketplace na Black Friday, fica claro no exemplo acima, que as datas mais esperadas do ano precisam ser trabalhadas em todos canais de venda. Com a verba de comunicação e publicidade desses grandes canais, de fato um evento como a Black Friday será sucesso de vendas a partir deles. Vale destacar alguns aspectos que tornam-se os canais complementares:

  1. Estoque compartilhado: você não precisa dispor de um estoque exclusivo para os marketplace, aumentando assim as possibilidades de aumentar seu giro de estoque. Com isso você minimizará os prejuízos financeiros com armazenamento e capital empregado, minimiza riscos de sinistros e ganha em negociações com seus fornecedores.
  2. Exposição do nome da sua marca: nos marketplaces sua marca fica visível (por mais que seja de forma discreta). Com isso há chances reais de alguns consumidores verem seu produto lá e fechar a compra no seu site, evitando assim o pagamento de comissões.
  3. Recebimento de receitas: sempre é recomendado conversar na negociação e atentar-se a este fato, mas em geral mesmo que um cliente compre no marketplace em 10x, você conseguirá receber toda sua parte em 15 dias. Isso melhorá seu fluxo de caixa, ainda mais em uma época em que as empresas precisam dispor de mais capital para pagar o 13º salário de seus colaboradores.
  4. Sem custos: você paga comissão somente por vendas concretizadas. Não pagará por nada para os marketplaces por adesão ou mensalidade. Mais um motivo para incluir no seu planejamento da Black Friday.

Essas são algumas dicas que temos para você. Além delas, temos um post com 3 tópicos de dicas que são simples e ajudarão você a planejar sua Black Friday.

 

 

 

 

Fernando Zambrano 
Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação

Comentários

    Artigos nessa seção