Um dos conceitos mais importantes para o varejo online e off-line é a experiência do cliente.

Quando um potencial cliente visita uma loja física ele tem uma experiência de compra completa, sendo capaz de olhar a peça com detalhes, sentir a sua textura, experimentar e, no caso de itens de vestuário, ver o caimento em seu corpo, além de conversar com um vendedor para eventuais dúvidas.

Toda esta experiência não é possível nas lojas virtuais, portanto, fatores como imagens das peças, informações detalhadas do material e componentes, além de exemplos de uso em situações reais se fazem muito importantes para aumentar a taxa de conversão da loja.

Pretendemos abordar aqui as melhores práticas na hora de cadastrar seus produtos. São detalhes e funcionalidades da plataforma Tray Corp que possibilitam melhorar a experiência do cliente, consequentemente aumentando a taxa de conversão.

1.    Nome dos Produtos

O nome dos produtos é o primeiro passo para garantir que seus produtos serão mais facilmente encontrados pelas buscas, além de facilitar a navegação e o entendimento enquanto os consumidores navegam pelo seu site. Pesquisas de sites especializados em SEO dizem que 70% das pesquisas no Google possuem 3 ou mais palavras, por exemplo “Calça Jeans feminina skinny lavada”, ao invés de apenas “calça jeans” ou “calça feminina”.

Portanto, cadastrar seus produtos com termos e características aumenta a possibilidade de ser encontrado no momento em que o cliente já sabe exatamente o que quer, portanto, mais próximo do fechamento.

1.1 Padronização

Uma recomendação de boa prática é a criação de padrões, com base na sua estratégia de palavras chave, ou seja, refletindo a maneira que os clientes pesquisariam pelos seus produtos.

Seguindo o exemplo das calças, criamos um padrão que pode ser aplicado em diversas categorias, garantindo bom desempenho nos buscadores (Google), como também na maneira com que os clientes navegam e encontram os produtos.

Padrão: [PRODUTO] [MODELO ou MATERIAL] [GÊNERO][ESTILO ou COR] [MARCA]

Exemplo1: Calça Jeans Feminina Skinny Lavada – Marca de Calça

Exemplo2: Calça de Sarja Masculina Slim – Outra Marca

2.    Imagens

Como já falamos na introdução, as imagens são fator decisivo no fechamento da compra. Uma boa variedade de fotos, incluindo zoom em detalhes importantes dos produtos, bem como exemplos de uso podem influenciar diretamente na taxa de conversão dos produtos.

O principal desafio do profissional que estará tratando suas fotos é o de aliar qualidade com performance, afinal de contas, ninguém gosta de esperar minutos para uma foto de altíssima qualidade ser carregada. A tendência atual e recomendação do próprio Google é de buscar sempre melhorar a experiência do usuário por meio da otimização da performance do site, sendo assim, existem algumas diretrizes importantes para as imagens.

2.1 Formato das Imagens

O formato mais indicado para imagens de produtos é .jpg, por ser a imagem que alcançamos maior qualidade com menor tamanho de arquivo. Se você usa o Photoshop, algo em torno de 50% de qualidade é uma compactação aceitável, sem perder nitidez.

Além disso, é importante salvar suas imagens como progressivas. As imagens progressivas permitem uma percepção mais veloz de carregamento, sendo possível visualizar a imagem antes de seu completo download, melhorando a experiência de navegação, conforme você pode entender abaixo.

IMAGEM REGULAR

imagem-jpg-regular-690x304.jpg

IMAGEM PROGRESSIVA

imagem-jpg-progressiva-690x304.jpg

3.    Vídeos

Os vídeos são, à exemplo do que já falamos das imagens, ótimos recursos para passar maior segurança no momento de decisão de compra. Se o seu segmento é altamente competitivo ou possui um produto exclusivo, pode ser uma boa ideia criar vídeos para promover e agregar valor aos seus produtos.

4.    Descrição e Informações dos Produtos

A descrição do produto é a maneira de vender os produtos ofertados pela loja, atuando em conjunto com as imagens para trazer mais confiança para aqueles que ainda não estão certos da sua decisão de compra. Traçando um paralelo com as lojas físicas, uma descrição completa atua como um vendedor bem treinado, passando segurança para o consumidor e facilitando a tomada de decisão.

É importante não se limitar apenas à descrição passada pelos fabricantes. Dicas de uso e funcionalidades, detalhes do material, usos frequentes, dicas úteis, além das diversas dúvidas que possam surgir no momento da compra devem ser endereçadas aqui. O ponto principal é passar todas estas informações de maneira que seus consumidores não só entendam, mas sintam que o texto foi feito para eles. Portanto, esqueça as descrições passadas pelo fabricante e produza conteúdos que realmente irão agregar na decisão dos clientes.

5.    Revisão de consumidores

Outra maneira de passar confiança aos consumidores são os comentários e revisões de clientes. É importante ter em mente que para ter revisões, o mais efetivo é pedir por elas. Portanto, recomenda-se a criação de um fluxo pós-venda, que vai servir não só para buscar revisões de seus compradores, como também para entender oportunidades de melhorar seu processo como um todo. Com uma simples pesquisa de opinião o seu comprador pode ter uma percepção mais positiva da sua marca, influenciando a retenção e possíveis compras futuras.

Além das funcionalidades já presentes da Tray Corp, existem algumas plataformas específicas para avaliação de produtos, com auditoria e garantia de compra, além de automação do fluxo de pesquisa pós-venda, passando ainda mais credibilidade à sua loja.

Caso queira conversar sobre otimização em suas páginas de produto fale com o time de especialistas, através do e-mail especialistas@traycorp.com.br.

Eduardo Hortencio 
Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação

Comentários

    Artigos nessa seção